Olá!
Estamos aqui para o ajudar!
Em que posso ser útil?

Câmaras com frio estático ou ventilado

Muitas pessoas acreditam que os modelos de câmaras são divididos apenas em No Frost e convencional (ou estático), no entanto, realmente são classificadas em diferentes categorias em relação à maneira como preservam os alimentos.

As câmaras são classificadas como estáticas, com ventilação estática e no frost. Mas qual delas é melhor? 

Câmaras No Frost

Estes tipos de câmaras não precisam de passar por um processo de degelo manual, pois não produzem gelo, mas também podem limitar a formação de mofo ou odores desagradáveis nos seus espaços interiores.

Porquê? Isto ocorre porque possuem um sistema que consiste num motor, um mecanismo de ventilação, um evaporador e um tratamento de ar que restringe a formação de gelo e erradica os vapores gerados pelos alimentos.

Em resumo, as câmaras sem gelo produzem um tipo mais seco de frio, portanto, antes de introduzir alimentos nestes dispositivos, recomendamos cobri-los com um recipiente fechado ou um plástico protetor especial.

Câmaras estáticas

As câmaras estáticas são as mais comuns e são caracterizadas por possuir um ou mais motores, possuem também um circuito específico para a seção de refrigeração e outro para a cavidade da câmara.

Portanto, o processo de arrefecimento deste equipamento é baseado num gás que se move através da câmara, até que a temperatura que queremos seja atingida.

Câmaras com ventilação estática

Têm o mesmo sistema que o estático tradicional, a única diferença é que inclui um ventilador na seção da câmara para distribuir o frio de maneira mais uniforme, garantindo assim uma preservação mais eficaz dos alimentos.

Tanto as câmaras estáticas quanto as câmaras ventiladoras exigem que a sua câmara seja submetida a um processo de degelo manual periodicamente (uma ou duas vezes por ano).

Câmaras Free Frost

Estas câmaras são consideradas a nova geração de refrigeradores, porque combinam as capacidades dos modelos estático, com ventilação estática e sem geada.

A cavidade da câmara destes dispositivos destaca-se por ser estática ou com ventilador e o frio que produz não seca os alimentos, enquanto o no frost possui mecanismo de congelamento, o que significa que não precisam de ser descongelados manualmente.

Em suma, as câmaras sem gelo misturam as vantagens de ambos os sistemas.

Qual câmara é melhor?

Muitos especialistas recomendam as câmaras sem gelo, pois não produzem gelo e não exigem um processo de degelo manual, mas a escolha do modelo apropriado dependerá das necessidades de cada empresa.

Embora, o mais razoável seja optar por câmaras sem geada. Porquê? Porque combinam as vantagens de não congelar e estático/ventilado, porém o preço pode ser uma limitação.

Acompanhe as nossas novidades pela Newsletter